quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

PATRIARCAS

Seu Isake e dona Zilda de Castro - 1960 (recém-casados...)

Vó Zilda...
"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas as vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: Quer-se absorve a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida." (Clarice Lispector)

Um comentário:

Milaide disse...

a saudade, como fome,doi quando não se pode alimentar, saudades muitas saudades da minha sogra mãe:irma Zilda!!!