terça-feira, 4 de novembro de 2008

MINISTÉRIO, UM DESAFIO




Porque d'Ele, por Ele, para Ele são todas as coisas...


Santidade, excelência, compromisso e integridade. Palavras chaves do ministério do adorador.

Participei no último final de semana de um evento maravilhoso! Foram dois dias me alimentando e sendo ministrada com muita graça e unção... Como é importante pararmos para refletir e enchermos o nosso vaso. Geralmente nunca tenho tempo para isso. Sempre viajando muito, cantando, pregando, ministrando e tendo que abençoar. Sempre tendo que estar disposta, sempre sorrindo, sempre em evidência, na frente, vestindo uma bela roupa (desconfortável, às vezes...). Sempre tendo que estar pronta para dizer "Assim diz o Senhor..." quando Ele manda dizer, sempre conduzindo a igreja a momentos de prazer para a presença de Deus, sempre levando o povo a adorar.

Não me refiro a isso como um fardo, como um peso. Mas como uma responsabilidade. E toda e qualquer responsabilidade requer um preço, requer compromisso. E eu desde a minha mais tenra idade (ahahahahahahaha... posso dizer, menina.) vivo isso no sentido literal. Sempre separada de tudo, de todos. Longe dos lugares mais freqüentados por qualquer menina da minha idade, distante dos circos, dos teatros, dos cinemas, das casas das amigas, das excursões da escola, das festinhas de aniversário, bem longe do sistema. Mas sempre alvo das investidas, das setas, dos ataques, da inveja, da fofoca, do preconceito (sim, preconceito porque eu não era como as outras, eu me vestia diferente, eu andava diferente, falava diferente, daí, é normal que os amigos se afastem e não te enxerguem como eles). Sempre motivo de orgulho para papai e mamãe, mas de muita preocupação também. Passei por momentos na infância muito delicados. Se eles não tivesse se colocado na brecha por mim, o inimigo certamente teria alcançado seu objetivo, me parar.

Aprendi a lidar com essa separação do mundo há muito tempo. As coisas sempre foram muito esclarecidas na minha cabeça. Apesar de que, às vezes, eu passava por umas crises, mas que logo acabavam porque eu via, que realmente, tudo valia a pena. Mas via muito claramente. As promessas de Deus para minha vida sempre foram muito expostas para o mundo - ahahahahahahahaa, talvez por isso não vou usar parênteses agora. E não estou rindo por motivo de vaidade, mas por me alegrar em Deus, de que Suas promessas não falharam e nunca falharão! Aleluia! Ele fazia questão de que todos soubessem a grandiosidade do Seu poder e do ministério que me havia confiado. Ministério e não carreira. Compromisso com Deus e não com o mundo. Zelo e não ciúmes.

Lembro-me agora de todo o processo de José. Tudo que ele passou, não para que ele pudesse receber a exaltação. Todos pensam nisso, exatamente assim, aliás, é muito cômodo pensarmos assim. O moço sofrido, invejado pelos irmãos, vendido, tentado, aprisionado, envergonhado, mas governador! Não, amados! Não! Isso é óbvil demais para nós. Deus moveu todas as circunstâncias para livrar os mesmos que colocaram José na cova, os mesmos que o venderam e mentiram para o velho Jacó, entristecendo o seu coração. Sim, Ele sabia que haveria um período de seca, de escassez e que eles não resistiriam se não fossem por José guardados. A promessa estava com Jacó, Israel de Deus, o povo separado. Se José não fosse governador, certamente eles morreriam de fome e nunca mais se ouviria falar nessa geração.

Ou você acha que o sofrimento de JESUS na cruz foi para que hoje pudéssemos dizer que de humilhado, açoitado, mal-tratado, Ele é o Cristo ressuscitado? Sim, também! Jesus, o filho de Deus passou por tudo isso para que nós pudéssemos ter acesso as promessas de Deus, o Pai. Passou por tudo para que tivéssemos direito, por Ele à herança, como filhos, por adoção. Ele é o nosso fiador "De tanto melhor aliança Jesus foi feito fiador" Hb 7.22. Se porventura, Deus se esquecer das promessas que fez a você, a cruz não o fará esquecer. Jesus está a Sua direita para lembrá-Lo da aliança.

Será que você está acompanhando o meu raciocínio? Todo processo de humilhação, desprezo não se restingirá apenas a exaltação de Deus na minha vida. Há vidas em risco, há almas no jogo. Há salvação neste negócio e por isso não posso parar. Aleluia! Por isso é a palavra de ordem de Deus, no meu ministério, é santidade. Por isso abdiquei de toda uma vida secular, faculdade, emprego, carreira para serví-Lo com todos os dons, que Ele me deu e que eu , apenas, devolvo. Separar-me do mundo e de suas concupciências e cumprir com o chamado é um desafio pra mim. Mas que a cada dia é vivenciado na sutileza da expressão da excelência do amor de Deus em mim. "Temos porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós." 2 Co 4.7

Admito ser falha, sou humana. Tenho limitações e características da minha personalidade e caráter que precisam ser moldados a cada dia pelo Espírito Santo. Minha oração sempre é muito sincera, peço temperança com tanta intensidade que, por vezes, tenho me visto exalando reconhecimento da minha impulsividade e arrependimento de atitudes. Acho que estou chegando lá, mas ainda falta muito, admito. "Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia.!" 2 Co 4.16.


Mas é maravilhoso, em Deus, reconhecer nossa diferença no mundo. É bom ter a consciência que ser um adorador nos dias do fim é ser adorador proferindo palavras proféticas, de quebras de aliança, de maldição, de desenterrar pecados e dons, de desfazer no mundo espiritual armadilhas para cegar nossa visão. É ter ousadia e entrepidez para dizer não a religiosidade, artifícios humanos que mísiticamente nos levam a Deus, quando só há um caminho, Jesus. E Ele foi o primeiro a quebrar tabús dessa religiosidade. Foi Ele quem curou no sábado, foi quem Ele quem chamou os escribas e fariseus de "sepulcros caiados" e expulsou os cambistas do templo. O mesmo que Paulo nos adverte a imitar, como ele o faz.

São muitas as lutas na vida de um adorador. Adorador do tempo do fim. Mas não desanimo porque as muitas lutas e tribulações não hão de se comparar com a glória quem há de ser revelada em mim. Sinto-me honrada por ser escolhida. Por ter que resgatar vidas do inferno. E ter vida e intimidade com Deus, nos remete a Pedro. Que depois de ter se encontrado com Jesus e ter reconhecido que Ele era o Cristo, o filho do Deus vivo, pregou o evangelho no dia de Pentecostes e ganhou três mil almas e vê-las sendo transformadas e seladas pelo Espírito Santo é motivo pra que eu e você percebamos a necessidade da intimidade com Jesus.

Adoração sincera e intimidade geram transformação de vidas. Eis aí o motivo da minha separação. Do meu processo que não tem fim, da conhecida, mas não vivida na essência, a santificação. Descanso em Deus, na certeza de que um novo tempo no evangelho eu estou começando a viver.




"Pelo contrário, em tudo recomendado-nos a nós mesmos como ministros de Deus: na muita paciência, nas privações, nas angústias, nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns, na pureza, no saber, na longanimidade, na bondade, no Espírito Santo, no amor não fingido, na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, quer ofensivas, quer defensivas; por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama, como enganadores e sendo verdadeiros; como desconhecidos e, entretanto, bem conhecidos; como se estivéssemos morrendo e, contudo, eis que vivemos; como castigados, porém não mortes, entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tenho, mas possuindo em tudo". 2 Co 6.4-10.

Escola de Adoradores - PIB ANGRA




4 comentários:

Sara disse...

maaais uma vez... parabens pelo texto... digo d nv e direi sempre q vc escreve mto bem... e gostei mesmo... q Deus continue te abençoando, t ajudando e te fortalecendo a cada dia mais... e nao esqueça.. "ânimo"(lembrando da EBOM hj... rsrs)

beeeeeijos cunhaada!

joneh disse...

rs. graça e paz,sheUma bençaum realment fomos ministrados naquele lugar, todos estavamos pronto pra receber o q Deus tinha pra nos,foi lindo, eparabens Elaine q vc continue assim ADIFERENÇA aond for temos q carregar a gloria e porecisa-se pagar preços altos mai tudu para honra e gloria do Senhor!!vamus em frent..Deus esta contigoo!!bjs e abraços!fik na pax!

Hállan Nunes disse...

Obrigado pelo convite, foi algo transformador, forte e marcante em mim. Me tratou, me mostrou q eu realmente posso ir além de onde os homens me disseram q eu deveria ir na adoração, no falar, e no tratar intimo c/ o Senhor.

Brigado por mais uma vez vC ter sido um canal p/ abençoar minha vida !!!

Paz ^^

Leandro Sales disse...

Realmente Nani, você tem toda a razão minha amiga quando você fala sobre a importância do nosso ministério, do desafio que é de abrir mão de tudo e de todas as coisas para servir a esse DEus vivo! REalmente é maravilhoso termos o privilégio de sermos um adorador!