terça-feira, 28 de outubro de 2008

NA CONTRA-MÃO DO SISTEMA.








"Palavras que, em visão, vieram a Amós, que era entre os pastores de Tecoa..." Am 1.1


Um profeta que rejeitou treinamento de profeta profissional, admitindo ser um simples pastor de ovelhas e colhedor de sicômaros (um fruto considerado o "figo" dos pobres). Vivia em Judá, mas foi chamado para profetizar no Reino do Norte de Israel, aonde era visível a ostentação material. Novos auges políticos e militares trouxeram para Israel um tempo de prosperidade para o povo, que envolvido com seus bens e vida social, luxúria para os ricos e opressão para os pobres. A imoralidade imperava, o sistema judicial estava corrompido e o que é pior: a idolatria estava exuberante. A situação religiosa estava um caos, o envolvimento com suas próprias vidas, com o egoísmo antropocêntrico colocou Israel em julgamento perante o Senhor que estava impaciente e estava disposto a destruir a nação a menos que houvesse uma mudança no coração do povo – uma mudança na qual "corra o juízo como as águas; e a justiça, como ribeiro perene." Am 5.24. O que é pior, o povo estava tão cego concernente a real situação deles diante do Senhor, que acreditavam que o tempo da prosperidade em que viviam, era sinal da benção de Deus sobre eles. E a tarefa de Amós, o colhedor de sicômaros e pastor, era entregar a mensagem de Deus, pregando contra todo o sistema, contra toda hostilidade, futilidade, contra a prosperidade em que o Reino do Norte, governado pro Jeroboão vivia.

Qualquer semelhança não é mera coincidência. Um povo corrompido pelos próprios prazeres, envolvido pelo desenvolvimento tecnológico, preocupado com os seus limites de terra, em construir riquezas, vivendo libertinagem e imoralidade, invertendo valores importantes para uma sociedade, vivendo reféns do próprio desenvolvimento, presos em grades e cadeados, ou dentro de um carro na maior parte do dia, perto de um colapso involuntário e longe, bem distante de Deus. Tentando descobrir meios para alcançar a Deus, criando formas e caminhos para ter acesso a qualquer resposta aos mais simples questionamentos que o homem sempre vai ter quanto a eternidade e a paz interior. Construindo muros e se fechando dentro de si em castelos de torres altas e vivendo o mais literal sentido da solidão. Sucumbindo em religiosidades, em rituais que aparentemente os aproximariam de Deus, sobrevivendo em meio aos compromissos diários da vida secular e preocupados com seus anseios e desejos.

Todo desenvolvimento em que vivemos, facilidades em conquistar diplomas e um lugar de destaque na sociedade, leva a entender que Deus está nos aprovando em meio ao mundo em que vivemos. O mundo que não é o nosso lugar, o mundo que jaz do maligno e reconhecer essa verdade não é fácil em meio ao luxos do século XXI. O deus do século, o príncipe do mundo se apresenta a nós da melhor maneira possível, nos encantando com manjares e ofertas irrecusáveis, nos cegando e nos dominando nas víceras da carne.

Assim como Israel, esbanjando a prosperidade e as riquezas... Experimentando, como há muito tempo não viam, um tempo de fartura. E o mesmo povo que viu o mar vermelho se abrir, que foi guiado por quarenta anos no deserto vivenciando os milagres do maná, das codornizes, da coluna de fogo e de fumaça, das rochas brotarem em água, se esqueceu do Deus dos milagres. Ou se lembrava dele apenas nos dias festivos, nas datas comemorativas, mas no dia-a-dia, era raro a busca por Ele e tentar agradá-Lo. Uma sociedade materialista corrompida, mas próspera e vivenciando as mais plenas realizações humanas. Assim é a nossa geração. Vendida, enganada, acreditando que Deus está aprovando atitudes de mentira, ritos externos e falsas ideologias.

Profetizar contra todo esse sistema era o que Deus pretendia que Amós fizesse. Que saísse de lá do meio das suas ovelhas, com ousadia e entrepidez, entregasse uma mensagem de juízo para o povo que Deus sentia saudades. Ele enfatiza, de um modo peculiar, que a retidão e a justiça são essenciais para uma sociedade saudável. Religião é mais do que observar os dias festivos e reunir assembléias santas. A verdadeira religião exige um viver de retidão. O modo com que uma pessoa trata o seu próximo revela seu relacionamento com Deus. Jesus disse que o maior mandamento de todos era amar a Deus. O segundo era amar o nosso próximo como a nós mesmos. E esta é a mensagem de Amós. A mesma que necessitamos hoje. Também vivemos numa sociedade próspera e materialista. E também nos enganamos que temos as bençãos de Deus sobre nós. A tendência é dar a Deus bens materiais, ofertar na igreja, dar o dízimo, ajudar a obra missionária e crer que o satisfazemos e que Ele está sempre conosco. A prosperidade material, frequentemente, leva à corrupção religiosa e moral e a observação de ritos externos não é suficiente.

Amós estava na contra-mão de tudo. Estava do lado errado da história. Como um pastor de ovelhas e colhedor de sicômaros era o portador de Deus? Haviam outros profetas, considerados profissionais, aprovados na escola dos profetas. Porque Deus traria um "qualquer" de Judá para profetizar em Israel? E ainda profetizar contra um sistema aparentemente saudável.
Quem de nós está disposto a fazer o mesmo? Quem está disposto a levantar a bandeira contra o sistema corrompido dessa sociedade e de uma igreja que caminha no sentido que não deveria estar? Quem vai falar a verdade e não temer a vida? Quem vai abrir a boca? Quem vai falar a essa geração que buscar o bem e não mal para viver é o que o Senhor dos Exércitos ordena? Quem vai dizer que haverá pranto em todas as praças no grande dia do Senhor? Quem vai pagar o preço de ser caçoado e rejeitado? Quem pode dizer eis-me aqui para o Senhor e rejeitar uma vida confortável no mundo? Quem vai estar na contra-mão do sistema?



EU???

Pense nisso...


Evangelho que prega prosperidade

acima das circunstâncias

não é o mesmo da Bíblia. Anátemas!

Fora os anátemas...


11 comentários:

Filipe disse...

Nossa!!

Se enquadra e relata a pura realidade que vivemos,e como se pudessemos ver a olho nú o Senhor a perguntar "Quem a de ir responder ao meu chamado? Escutar a minha voz, obedecer ao meu querer?" Que o Senhor tenha mais misericordia e compaixão de nós e de nossa geração , pois tudo nos mostra que o final dos tempos e chegado.

Saudades Nani...Bjos

neiver disse...

ELAINE... SEUS TEXTOS SAUM ÓTIMOS, CADA VEZ UM MELHOR Q O OUTRO,, E SEMPRE MOSTRANDU A VERDADE, O CAOS Q ESTÁ O MUNDO, E Q SÓ EXISTE UM CAMINHO MESMO Q É O DE DEUS. MUITO BOM MESMO...O FIM ESTÁ PRÓXIMO,, VC É ESCOLHIDA DE VERDADEEEEEEE,, AMO SEU MINISTÉRIO. É ISSU AEEEEEE
BJÃO MUITA PAZZZZZZZZZZZZ
ESTOU ANCIOZO PARA O NOVO CD.. RSRS

Tatá Kechichian disse...

Ótimo artigo..somo sempre vc escrevendo d+++

bjuxx

Talitha

Sara disse...

otima comparação... s encaixou direitinho... =]

continuo achando que vc escreve super bem... xD

bjos cunhada!

Anônimo disse...

Que texto maravilhoso minha filha, Deus tem lhe dado inspirações sobremaneira para escrever num momento e tempo onde passamos por adversidades semelhantes a que o povo de Israel passava. Ser profeta da mão certa é facil, mas ser profeta da contramão não é, falar o que o povo que ouvir é facil, mas falar aquilo que o Senhor quer que o povo saiba não o é. Deus te abençoe sempre.
Bjs!

joelma disse...

POXA AMIGA!!!!
QUE PALVRA PODEROSA..VOU PREGAR SOBRE ISSO TBM...É DISSO QUE PRECISAMOS NESSE MOMENTO UMA GERAÇAO QUE ANDE NA CONTRA MAO DO SISTEMA..QUE QUERIRA NEGAR O MUNDO...SER UMA GERÇAO MAS FORTE MAS TEMENTE AO SENHOR QUE BUSCA SEM CESSAR...
MIGA TO CONTIGO NESSA LUTA..QUERO TBM RESGATAR MUITOS JOVENS QUE ESTAO NA CONTRA MAO DO SISTEMA...AMO VC..PARABENS PELO ESTUDO..CM ME EDIFICOU..

Preta disse...

Sem dúvida, uma palavra q se encaixa totalmente, em qualquer q seja a igreja. Um assunto que deve ser posto em pauta, mas por trazer tantas verdades a toma, acaba sendo jogado pra baixo do tapete, isso aí dona Nani, to gostando de ver isso aqui ;)

André Wilson disse...

Naine,amiga de Trabalho!!!
td bem,Paixão!? Passei aqui para te dar os Parabéns e dizer que seus textos são "MAra" kkkk.Seus texto são enviados por Deus!!! Parabéns!!! Que Deus continue te abençoando de capacitando + e +!!!

OBS:. Já estou vendo a Possibilidade de vc abrir a nossa nova face na Produtora,hem!?
Sabe que vc faz parte do cast da AWProduções,né!? então...pro futuro vc vai ser a Mais nova Autora do 1º Livro lançado pela mais nova editora a AWEditora...kkkk

Bom,Elaine vc sabe que isso td é brincadeira,né!? Mais tbm pode ser realidade,né!? Pode até ser impossivel,isso td acontecer.Mais se Deus estiver na Frente,Filha!!! Pode vim qualquer pessoa,que vai sair correndo!!! Pq Deus É contigo,Menina!!! Bjs

Quasar disse...

vc aderiu ao meu sistema de grifar palavras importantes. parabéns.
: )
(mas eu não li o texto, ahahahaha... vou ler, vou ler...)

Vanessa Viviane disse...

Conheci a Elaine em evento no Rio de Janeiro, na realidade nos conhecemos em um programa de televisão, nossa! quanto tempo isso, meu Deus quantas lembranças vem em mente, mas prefiro não comentar, só tenho a dizer que Elaine é uma pessoal muito especial, serva de Deus de acima de qualquer coisa, que mesmo a distânicia compartilhamos das bençãos do Senhor. Agora quero ver e saber qual a mulher que não gosta de ganhar presentes, ainda mais roupas, calçados, bolsas, jóias e etc.... Bjo Elaine...

Monick disse...

Elaine estou encantada com a forma com que vc escreve...
Você conseguiu relatar os fatos de uma maneira doce e que ao mesmo tempo prende a nossa atençao !!
-Cantora,compositora,escritora...eiitaaa quantos talentos hein?
Deus te abençoe!
beijos
((: